Semana decisiva para Temer

 

TEMER E O STF

Foi marcada para a próxima quarta (24) a decisão do STF se suspende ou não a abertura de inquérito contra o presidente Michel Temer. A Procuradoria Geral da República contabiliza quatro dos onze votos a favor da suspensão do inquérito.

FOLGA

O PSDB e o DEM vão esperar a decisão do Supremo para decidir se retiram o apoio ao governo. Nos bastidores, os partidos já articulam um nome de consenso para substituir Temer.

SEM RENÚNCIA

O presidente Michel Temer diz que renúncia seria uma admissão de culpa. A declaração foi feita ao jornal Folha de S. Paulo.

Ministro do STF defende maconha para presos

EM DEFESA DA MACONHA
O ministro do STF, Luís Carlos Barroso, defendeu a legalização da produção, da distribuição e do consumo da maconha como forma de aliviar a crise no sistema penitenciário. ” E, se der certo com a maconha,, acho que deve passar para a cocaína e quebrar o tráfico mesmo”, completou Barroso. Especialistas elogiaram a posição.
LIBERADO
O STF liberou a candidatura de Rodrigo Maia à presidência da Câmara. A eleição está agendada para hoje pela manhã.
E SOBRE AS DELAÇÕES
O ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Júnior, disse ter se reunido com Aécio Neves para acertar fraudes na licitação de obras. As empresas envolvidas teriam negociado propinas de até 3% do valor dos contratos. Aécio disse que a acusação é absurda.
CAINDO
O grupo de analistas que acreditam numa a inflação abaixo da meta, esse ano, vem crescendo. O otimismo veio após a divulgação do IPCA-15 de janeiro, que avançou apenas 0,31% – menor alta desde 1994. A meta de inflação para 2017 é de 4,5%.


 
POST SCRIPTUM
 
Manifestantes incendiaram ônibus no Rio de Janeiro, em protesto contra o pacote de ajuste fiscal do estado. Os salários dos servidores estão atrasados e o governo quer aumentar a contribuição previdenciária do funcionalismo. 

Morre o relator da Lava Jato

 

MORRE TEORI ZAVASCKI

O ministro do STF, Teori Zavascki, morreu ontem, na queda de um avião, em Paraty (RJ). O acidente matou, além do ministro, outras 4 pessoas.

E A LAVA JATO

A morte do ministro, relator da Lava Jato, vai atrasar o andamento da Operação. O Zavascki finalizava a análise de 950 depoimentos de 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht. Esses depoimentos são considerados a delação mais esperada da Lava Jato, até agora.

COMO VAI SER

O regimento do Supremo Tribunal Federal prevê que os processos de Zavascki sejam repassados para um substituto. A escolha de quem vai substituir o ministro é do presidente da República. O regimento também prevê que, em casos excepcionais, o presidente da Corte também pode fazer essa escolha.

LÁ FORA

Donald Trump assume, hoje, a presidência dos Estados Unidos. Para o mercado financeiro, o novo presidente americano é sinônimo de incerteza. Trump é o 45° presidente dos EUA.


POST SCRIPTUM

Lamentando a morte de Teori Zavascki, Sérgio Moro disse que, sem o ministro, não haveria tido a Lava Jato.

Empresas gastam R$ 130 bi em prevenção a roubos e furtos

ROUBOS E PERDAS

Empresas brasileiras gastam R$ 130 bi por ano em prevenção roubos, furtos e vandalismo. O valor é 14 vezes maior do que o estado do Rio empenhou para segurança pública, em 2016. Os dados são da Confederação Nacional da Indústria (CNI)

CRESCENDO

O roubo de cargas cresceu 64% entre 2010 e 2015. Já o setor de Telefonia perde R$ 320 mi com furtos de cobre. A quantia seria suficiente para instalar 640 antenas de celular.

MINISTRO FICA

O presidente Temer manteve o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, no seu posto. Geddel é acusado de interferir na liberação da obra de um prédio, onde ele comprou um apartamento. O prédio está numa área histórica de Salvador.

MAS É PROCESSADO

A Comissão de Ética Pública da Presidência resolveu, por unanimidade, abrir processo para investigar as acusações contra Geddel. As acusações foram feitas pelo ex-ministro – demissionário – da Cultura, Marcelo Calero.

A VOLTA DAS CONTRAPARTIDAS

O relator do projeto de lei complementar que trata das renegociações de dívidas dos estados, senador Armando Monteiro, com a União decidiu incluir novamente o texto sobre as contrapartidas. Elas haviam sido retiradas na versão aprovada pela Câmara. O relatório será apresentado hoje, à Comissão de Assuntos Econômicos.


POST SCRIPTUM

A contaminação materna por Zika deixa sequelas em 1/3 dos bebês. O estudo foi realizado com 57 gestantes paulistas infectadas com o vírus. Nenhum desses bebês nasceu com microcefalia, mas 35% deles mostraram algum tipo de má-formação discreta. As anomalias independem da fase da gravidez.

Revisão das concessões pode estar mais próxima

REVISÃO

O governo destravou a MP que fixa regras para relicitar e antecipar contratos de empresas citadas pela Lava Jato e que estão em dificuldades financeiras.

STF POLÊMICO

A maioria dos juízes do Supremo Tribunal Federal decidiu que réus com processos no STF não podem ocupar cargos na linha sucessória da Presidência da República. Apesar disso, o julgamento foi adiado com o pedido de vistas do ministro Dias Toffoli.

 FACADA DO GOVERNO

O governo do Rio de Janeiro pretende implantar alíquotas de até 30% para previdência aos servidores do estado, inclusive aposentado. Essa medida, e outras de aumentos de impostos, foram tomadas para tentar reverter o déficit do estado, que chegará a R$ 52 bi em 2018.

DÍVIDAS TRABALHISTAS

Com a crise econômica, as empresas estão parcelando o pagamento das dívidas trabalhistas em até 3 anos.

Tchau, Cunha

TCHAU, CUNHA

Cunha é cassado no Congresso. A cassação ocorre mais de 300 dias depois de iniciado o processo por quebra de decoro parlamentar. Foram 450 votos a favor a perda de mandato, 10 contra e nove abstenções. Cunha também é réu em dois processos da Lava Jato. Com a decisão do Congresso, Eduardo Cunha fica inelegível até janeiro de 2027.

 NOVO COMANDO NO STF

A ministra Cármen Lúcia tomou posse como presidente do Supremo Tribunal Federal. Ela assume com o compromisso de ‘transformar’ o Judiciário. Cármen Lúcia é a segunda mulher a presidir a Corte. A primeira foi Ellen Grace.

 AJUSTES MAIS ALÉM

Empresários acreditam que as mudanças no país devem ir além das mudanças fiscais. As medidas devem aumentar a competitividade do país. Para isso, será preciso rever questões tributárias e de infraestrutura.


POST SCRIPTUM

Aquarius não foi indicado para representar o Brasil no Oscar. O lugar ficou com o filme “Pequeno Segredo”. A escolha gerou polêmica.