Queda de juros em ritmo mais lento

QUEDA DO JUROS

O corte de juros da taxa Selic. deve seguir um ritmo mais lento. A mudança é devido à piora da crise política do país.

BOA NOTÍCIA

O governo espera a divulgação dos números que mostram o crescimento da economia no primeiro trimestre. O avanço de quase dois dígitos na atividade agropecuária é o grande responsável pelo resultado do período.

TROCA NA JUSTIÇA

Torquato Jardim, ex-ministro da Transparência, assume a pasta da Justiça. Osmar Seraglio segue para Transparência.

OPINIÃO

Para o novo ministro da Justiça, o inquérito aberto contra o presidente Michel Temer foi baseada em um documento não periciado.

REFORMA PREVIDENCIÁRIA

Governo já trabalha com a possibilidade de não aprovação da reforma da Previdência. A equipe econômica já trabalha num plano alternativo, que pode ser implantado por Medida Provisória.

4 estados vão receber apoio contra violência prisão

MAIS MORTE

Mais quatro detentos foram mortos em Manaus. O motim ocorreu na cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no centro da cidade.

MAIS APOIO

O Ministério da Justiça disse que vai autorizar o envio de ajuda federal para conter a violência prisional. Devem receber apoio os estados do Amazonas, Roraima, Rondônia e Mato Grosso.

VOLTA AO MUNDO

Os tribunais superiores do país gastaram, em média, R$ 3 mi por ano, entre 2013 e 2015, com viagens internacionais. Uma única viagem, em classe executiva, teria custado à União, R$ 55 mil. O TCU liderou os gastos, com um total de R$ 1,8 mi. Os órgão afirmaram que toas as viagens foram oficiais e estavam dentro das normas.

POSITIVO

O investimento direto estrangeiro no país somou US$ 78,8 em 2016 (dados até novembro). O valor foi mais de US$ 3 bi maior que no ano anterior.


POST SCRIPTUM

Na cerimônia do Globo de Ouro, Meryl Streep faz discurso anti-Trump.

Mais gastos para a União

SUSTO PARA UNIÃO

O Congresso Nacional deve aprovar, em até 12 meses, a lei complementar que define as regras para a União ressarcimento da Lei Kandir. A decisão foi do STF. A lei isentou impostos para algumas exportações e reduziu o recolhimento de ICMS dos estados. O ressarcimento vai criar novas despesas para a Tesouro e pode impactar no cumprimento da PEC dos gastos.

MENOS DINHEIRO

Nos últimos dois anos, o governo reduziu em 85% os repasses para construção e reestruturação de penitenciárias. O Fundo Penitenciário, que em 2014 foi de R$ 111,5 mi, caiu para R$ 17 mi, em 2016. O Ministério da Justiça não se pronunciou sobre a redução. Em 2017, o MJ pretende destinar R$ 799 para construção de uma penitenciária por estado.

TRANSFERÊNCIA

Mais de 200 detentos de Manaus foram transferidos para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal. Esse complexo foi desativado em outubro do ano passado, pelo Conselho Nacional de Justiça. O CNJ alegou possíveis violações de direitos humanos.

ATENÇÃO

Penitenciárias do Rio e de São Paulo estão com atenção redobradas. Foram nesses estados que o Comando Vermelho e o PCC nasceram.

BLOCK

Mais da metade das prisões do país não tem bloqueadores de celular nem detectores de metal. Entre elas, está o presídio Anísio Jobim, de Manaus.


POST SCRITPUM

Há suspeitas de que cerca de 300 presos tenham fugido na rebelião na penitenciária de Manaus. Os números oficiais falam de apenas 100.

Mais um ex-ministro preso

MAIS EX-MINISTRO PRESO

Antonio Palocci, ex-ministro dos governos Lula e Dilma, foi preso ontem em mais uma fase da Operação Lava Jato. Palocci é acusado de mediar o pagamento de R$ 128 mi em propina – R$ 6 mi teriam ficado com ele. Também foram presos Branislav Kontic e Juscelino Dourado, assessores do ex-ministro. Essa é a 35ª fase da Operação.

BUZZ

A prisão de Palocci teve mais destaque em função do comentário do ministro da Justiça, Alexandre Moraes. Moraes teria comentado sobre novas fases da Operação Lava Jato um dia antes das novas prisões. O presidente, Michel Temer, teria ficado ‘irritado’ com o suposto vazamento da ação. O ministro afirmou, em nota, que não sabia de nada.

MENOS É MAIS

O endividamento das famílias caiu 2,2 pontos percentuais nos últimos 12 meses. Analistas acreditam que a queda das dívidas no orçamento podem estimular o retorno do consumo, em 2017. Apesar da previsão otimista, economistas afirmam que as famílias não estão mais cautelosas nos gastos. Elas estão mesmo é sem dinheiro para ter dívidas.

EM SÃO PAULO

João Dória assumiu a liderança para as eleições à prefeitura de São Paulo e tem 30% de intenções de voto, contra 22% de Celso Russomano. As informações são do Datafolha.


POST SCRIPTUM

O governo colombiano e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) assinaram o acordo de paz.

Brasil agora tem seus terroristas

 

TERRORISTAS BRASILEIROS

A Polícia Federal prendeu 10 brasileiros suspeitos de ‘atos preparatórios’ para ações terroristas. Outras duas pessoas estão foragidas. A PF também cumpriu dois mandatos de condução coercitiva e 19 de busca e apreensão. Essas foram as primeiras prisões enquadradas na Lei Antiterror do país.

FIM DO PROBLEMA

O ministro da Justiça, Alexandre Moraes afirmou, que as detenções de ontem e a deportação do professor franco-argelino, Adlène Hicheur, na semana passada, neutralizaram os focos de terrorismo.

TÉCNICA TUPINIQUIM

Apesar de serem tidos como uma ameaça, Moraes considerou os supostos terroristas um grupo bastante amador e desorganizado.

DEVENDO AO BRASIL

A Venezuela deve mais de US$ 3 bi a empresas brasileiras. O valor é referente á atrasos no pagamento de produtos exportados e a serviços prestados. Cerca de US$ 1,7 são referentes a dívidas com empreiteiras. Entre as obras estão a hidroelétrica de Tocoma e a siderúrgica de Abreu e Lima.


POST SCRIPTUM

Os venezuelanos precisam ir a Pacaraima (RO) para comprar comida. Alguns enfrentam uma viagem de até dois dias. A cidade fica na fronteira do Brasil com a Venezuela.

Atos de Dilma sob revisão


REVISÃO DO TRABALHO
A equipe do presidente interino, Michel Temer já reavalia as ações tomadas pela presidente afastada, Dilma Rousseff. Estão em avaliação ações entre 1º de abril e 12 de maio. O foco são as desapropriações de terra, o reconhecimento de comunidades quilombolas e a criação de áreas indígenas. Só no dia 1º de abril, Dilma Rousseff desapropriou 56 mil hectares de terra, por meio de 21 atos. Além das questões fundiárias, o Marco Civil da Internet também será revisto pela Casa Civil.

PRESSÃO DOS AMIGOS
Centrais sindicais e setores empresariais já pressionam o presidente em exercício contra seus planos de reforma da Previdência e a volta da CPMF. A pressão vem de apoiadores do novo governo, como o deputado Paulinho da Força e o presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

E O CÂMBIO…
O mercado está preocupado com uma possível valorização do real e perda da competitividade para exportações. A preocupação se reforça porque ainda não está claro qual vai ser a política cambial do novo governo. Enquanto José Serra, chefe do Itamaraty defende um dólar mais baixo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já mostrou preferir um dólar valorizado.

ESCOLHENDO O PROCURADOR GERAL
O ministro da Justiça, Alexandre Moraes, afirmou que o governo não indicará para a chefia da Procuradoria-Geral da República (PGR), necessariamente, o nome mais votado da lista tríplice. A Constituição não prevê eleição interna na PGR, mas a escolha do mais votado era elogiada pelo Ministério Público porque, em tese, garantia maior autonomia à instituição.


POST SCRIPTUM
A taxa de mortalidade de bebês com menos de um mês de vida aumentou cem vezes na Venezuela. O país passa por uma grave crise econômica.

Temer já escolheu principais ministros


MINISTÉRIOS DO FUTURO
O vice presidente, Michel Temer, começou a montar o seu eventual governo. Foram convidados Henrique Meirelles para a Fazenda, José Serra para Educação, Romero Jucá para o Planejamento, Eliseu Padilha para a Casa Civil e Gedel Vieira Lima para a Secretaria de Governo. O PMDB também já tem lista para a presidência do Banco Central e outros bancos públicos.
MERCADO FELIZ
Ontem, a Bovespa fechou em alta de 2,35%. A indicação de Henrique Meirelles para o Ministério da Fazenda teria sido a responsável pelo resultado positivo do mercado financeiro.
PARTIDO EXIGENTE
O PSDB impôs duas condições para participar do possível governo Temer: que Serra (indicado para Educação) não seja o único nome da Esplanada e que o PMDB não participe das eleições municipais nas cidades que o PSDB considera importantes. Michel Temer está disposto a conversar sobre as exigências.
OPINIÕES
O advogado Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, um dos cotados por Temer para o Ministério da Justiça, disse em entrevista que a Polícia Federal deve ter prioridades além do combate à corrupção. Para Mariz, o crime organizado, como a pirataria em empresas de transporte público, também devem ser investigadas. As opiniões de Mariz sobre a Polícia Federal são pertinentes, já que a instituição está ligada ao Ministério da Justiça.


POST SCRIPTUM
RIO2016-copyright

Faltam 100 dias para o início das Olimpíadas no Rio de Janeiro.