DESEMBARQUE GERAL
O PSD anunciou sua saída oficial da base governista e 30 dos 38 deputados bancada do partido vão votar pelo impeachment de Dilma. O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, do PSD, informou que não vai deixar o cargo. O Planalto calcula 180 deputados pró-impeachment.

PRESSA NO SENADO
O governo já dá como certa a abertura do processo de impeachment na Câmara e, agora, pressiona o presidente da Casa para acelerar o rito e autorizar a abertura no Senado ainda em abril. A oposição também quer acelerar o processo. Mas seu medo é que, até a data da votação no Senado, surjam fatos novos que inviabilizem a posse do vice-presidente, Michel Temer. A previsão é de que o Senado só vote a saída de Dilma em 15 de maio.


POST SCRIPTUM
Dilma assumiu em entrevista a jornalistas: “Se ganhar, proponho pacto (…). Se perder, estou fora do baralho”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s