NÃO FALTOU NINGUÉM

O Supremo Tribunal Federal homologou ontem a delação do senador Delcídio Amaral. Em 21 seções de depoimentos, o senador fez denúncias que atingem governo e oposição. O destaque foi a afirmação de que Delcídio negociou com Dilma a nomeação de Marcelo Navarro para o Supremo Tribunal de Justiça. Lá, Navarro teria a missão soltar o empreiteiro Marcelo Odebrecht, réu da Lava Jato. O ministro da Educação, Aloízio Mercadante também ficou em maus lençóis. Em gravação de conversa entre ele e assessor de Delcídio, Mercadante insinuou trocar apoio político e financeiro ao senador para evitar sua colaboração com a Lava Jato. Mercadante é um dos assessores mais próximos de Dilma Rousseff. A Procuradoria-Geral da República avalia a abertura de investigação para apurar as citações. No total, 37 políticos foram citados nas seções, entre eles, o vice-presidente Michel Temer, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o líder da oposição, Aécio Neves.

OUTROS PROTAGONISTAS DA DELAÇÃO
Dilma Rousseff: teria nomeado o ministro Marcelo Navarro para o STJ com o objetivo de livrar os réus da Lava Jato.
Lula: teria mandado comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró e teria livrado seu filho da CPI do Carf.
Mercadante: é suspeito de oferecer ajuda a Delcídio para barrar sua colaboração com a Lava Jato.
Temer: tem ligação com João Augusto Henriques, considerado grande operador do PMDB no esquema de desvios da Petrobras.
Aécio: é acusado de maquiar dados do Banco Rural, que investigou o mensalão, para não comprometer correligionários.
Marcos Valério: teria recebido até R$ 220 milhões para não incriminar Lula no esquema do Mensalão.

PLANO LULA
A possibilidade Lula assumir um ministério está calcada na missão de coordenar um plano de reanimação nacional. O objetivo seria o de evitar o aprofundamento da recessão no país. Fontes do governo afirmam, porém, que o ‘Plano Lula’ excluirá a reforma da Previdência, apresentada por Barbosa. Também não haverá a redução forçada da taxa de juros. Diante da expectativas, as Bolsas reagiram mal. O Ibovespa caiu 3,56%. O dólar subiu 3,05% e fechou o dia cotado a R$ 3,76.


POST SCRIPTUM
O número de novos alunos em faculdades particulares, no estado de São Paulo, caiu 15,2% este ano, em comparação à 2015. A queda é considerada reflexo da crise e das mudanças no FIES.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s