O juiz Sergio moro condenou à prisão três ex-executivos da Camargo Corrêa, por corrupção, lavagem de dinheiro e atuação em organização criminosa. É a primeira condenação de pessoas ligadas à empreiteiras nas operações que investiga desvios na Petrobras. Foram condenados Dalton Avancini, Eduardo Leite e João Ricado Auler. As penas variam de 15 anos em semi-aberto até 9 anos em regime fechado. Para o procurador Deltan Dallagnol, a condeção mostra que “ninguém é intocável na República”. A empresa Camargo Corrêa disse que tem se esforçado para identificar e sanar as irregularidades e reforçado os sistemas de controle.
(Folha, Estadão, Globo)

Por causa da dificuldade em cumprir a meta fiscal, o governo travou os empréstimos a longo prazo do BNDES para as empresas que venceram os leilões de rodovias federais. Os investimentos exigidos em contrato tem sido feito com recursos próprios das concessionárias. Sem a ajuda do BNDES, os consórcios podem parar esse fluxo.
(Valor)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s