A Polícia Federal fez buscas nas casas e escritórios do ex-presidente e senador Fernando Collor (PTB/AL). Além dele, os senadores Ciro Nogueira (PP/PI), Fernando Bezerra Coelho (PSB/PE), o deputado Eduardo da Fonte (PP/PE), o ex-ministro das Cidades, Mário Negromonte e o ex-deputado federal, João Pizzolati (PP/SC) tiveram buscas suas casas. Euro, dólares e Reais em dinheiro vivo, oito carros, entre eles um Porshe, uma Ferrari e um Lamborghini, obras de arte, joias e documentos foram apreendidos. Também houve buscas na casa e no escritório de Tiago Cedraz, filho do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Adolfo Cedraz. Fernando Collor usou a tribuna do Senado para expressar seu constrangimento e humilhação com as ações da PF. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) leu nota de protesto, aprovada pela Mesa Diretora da Casa. A operação da PF foi aprovada por três ministros do Supremo Tribunal Federal: Teori Zavascki, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski.

(Folha, Estadão, Globo)

estado folha globo

Duas horas de reunião e não foi possível convencer as lideranças do Senado a apoiarem o pacote de medidas que promove mudanças no ICMS, unifica tarifas e acaba com a guerra fiscal entre estados. O projeto também trata da repatriação de recursos brasileiros enviados ao exterior. A discordância dos parlamentares não é pelo mérito da proposta, mas sim pela tramitação.
(Valor)

valor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s