11% dos acordos salariais fechados no primeiro trimestre desse ano garantiram aumento salarial inferior ao INPC – índice de inflação que é referência para essas negociações. No ano passado, apenas 3,5% dos acordos que não superaram a inflação. O levantamento foi feito pela Fipe, com base nos dados do Ministério do Trabalho. A alta dos preços e a piora no emprego tiveram impacto na redução dos ganhos salariais em convenções coletivas
(Globo)

Acordo entre o governo e o PMDB deve garantir que o fim da desoneração da folha de pagamento passe no Congresso. A desoneração é um dos pontos importantes do ajuste fiscal do governo. A moeda de troca é o comando da Companhia Docas do Rio de Janeiro.
(Estadão)

O governo estuda como diminuir o déficit da balança de serviços, que atingiu US$ 47,2 bi o ano passado. As maiores despesas envolvem arrendamento mercantil, operações de máquinas e equipamentos, frete marítimo e licenciamento de direitos autorais. Esses três gastos correspondem a 60% das importações de serviços do ano passado.  
(Valor)

Planos de saúde premiam clientes que perdem peso. O objetivo dos planos é cortar custos. De acordo com pesquisa, a cada 1% de redução, redução da pressão arterial e nos níveis de glicose há economia de até US$ 103 em despesas médicas por pessoa.
(Folha)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s