Câmara aprova redução das dívidas, contrariando Planalto

Câmara aprova redução de débitos estaduais, num movimento contrário ao esperado pelo Planalto. A aprovação obriga a Fazenda a colocar em vigor, em até 30 dias, o novo cálculo da dívida dos estados e municípios. O movimento ameaça o movimento de ajuste fiscal. A votação foi considerada ‘relâmpago’ e foi uma reação à decisão do governo em adiar a renegociação com as unidades federativas. O texto seguiu para aprovação do Senado.
(Folha, Estadão, Globo)

Na nova proposta política, o BNDES terá um papel de estímular negócios. O Banco deixará de ser um financiador de projetos de longo prazo a juros baixos para ajudar a empresas a emitir debêndures.
(Valor)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s