E a lista da Lava Jato chacoalha a política brasileira

Câmara aprova a ampliação da idade de aposentadoria de ministros de tribunais por 318 votos a 131 – a PEC da Bengala. Agora, Dilma só fará mais indicações para o STF se algum ministro de aposentar volutariamente. A aprovação da PEC foi considerada mais uma derrota do Planalto, que ainda promete vetar a nova tabela de correção do Imposto de Renda.
(Globo)

O vazamento da informação de que os presidentes da Câmara e do Senado foram citados na lista da Operação Lava Jato agravou a crise entre o Congresso e Planalto. Ontem, a presidente se reunião com líderes de partidos do Congresso para tentar aprovar o ajuste fiscal, já pré-condenado por Renan Calheiros.
(Estadão)

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot recomendou ao STF que não seja aberta investigação sobre Dilma nem sobre Aécio. Eles foram citados em delação premiada da Lava Jato. Como os documentos são sigilosos, não se sabe o contexto das menções. O ministro Teori Zavascki analisa os pedidos.
(Folha)

O ajuste fiscal pode ser feito sem o Congresso, é o que afirmam os analistas. Do potencial de R$ 111 bi, anunciados pela equipe econômica, só 22% dependem de aprovação do Legislativo. Os R$ 87 bi restantes cabem ao Executivo.
(Valor)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s